Autoridades italianas suspendem buscas por desaparecidos em acidente com navio

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil


Costa Concordia em 14 de janeiro.
Foto: Roberto Vongher/Wikimedia Commons.

25 de janeiro de 2012

As autoridades da Itália suspenderam hoje (25), mais uma vez, as buscas ao navio Costa Concordia (que naufragou há 15 dias próximo à Ilha de Giglio, na região da Toscana). A decisão foi tomada devido ao mau tempo que atrapalha os trabalhos dos mergulhadores e peritos na região. De acordo com as autoridades, as buscas serão retomadas assim que as condições meteorológicas forem favoráveis.

Pelos últimos dados, 16 corpos foram localizados e há 16 pessoas desaparecidas. O navio naufragou no último dia 13 com cerca de 4,5 mil pessoas a bordo (entre tripulantes e passageiros). Do total, 53 eram brasileiros. Não houve vítimas entre os brasileiros.

"Devido às condições meteorológicas e do mar, as buscas pelos desaparecidos foram momentaneamente suspensas. Mas serão retomadas quando as condições foram consideradas compatíveis com a segurança dos membros das equipes de resgate", disse o chefe do Serviço de Proteção Civil, Franco Gabrielli.

Ainda hoje as autoridades decidirão sobre o prosseguimento dos trabalhos. Desde ontem (24) foram intensificadas as atividades para a retirada de 2.380 toneladas de combustível, que ainda permanecem nos reservatórios do navio. Atualmente, o Costa Concordia encontra-se parcialmente submerso e virado.

Notícias Relacionadas[editar]

Fonte[editar]

Mais sobre o Naufrágio do Costa Concordia:
Wikimedia Commons
Multimedia em Commons

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati