Covid-19: pandemia volta a assustar Europa; 3ª onda pode estar a caminho

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

16 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Itália registrou 502 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, o maior número desde o final de janeiro, enquanto a França tenta conter as infecções, com a rede hospitalar à beira do colapso na região de Paris, onde boa parte das cirurgias não emergenciais foi cancelada na semana passada para liberar leitos de UTI para os pacientes de covid.

As informações são do Euronews, que reportou que "metade da Itália entrou em um bloqueio estrito na segunda-feira para conter um aumento nas infecções", com nove regiões da chamada "zona vermelha", incluindo Lazio, fica a capital Roma, permanecendo em lockdown parcial até pelo menos 6 de abril. Já na França, segundo o canal, "4.219 pacientes estavam em terapia intensiva em todo o país na segunda-feira (...) o nível mais alto registrado desde 25 de novembro".

Vacinação parada

A União Europeia tem tido dificuldades em ver atendido seu plano de vacinação, com a falta de doses de vacinas. Além disto, alguns poucos casos de coágulos sanguíneos em quem tomou a vacina de Oxford-AstraZeneca - não há, ainda,dados conclusivos sobre a relação da vacina com a condição - fizeram com que diversos países parassem de usar este imunizante nos últimos dias, incluindo a Itália e a França.

Segundo o Our World In Data, a França vacinou até ontem 7,3 milhões de pessoas e a Itália, 6,85 milhões, o que representa um pouco mais de 10% da população total de ambos os países.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit