Wikinotícias em português chega a 13 mil notícias

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikimedia Foundation headquarters
Histórias Relatadas
Mais informação na Wikimedia Foundation


Logo da Wikinotícias em português.
Ficheiro: Cc-by-sa-3.0: Wikimedia Foundation

3 de dezembro de 2018

A Wikinotícias em português, versão para Wikinews em língua portuguesa (ou Wikinotícias lusa), alcançou na segunda-feira, dia 12 de novembro, a marca de treze mil notícias, com a notícia de Stan Lee morre aos 95 anos, publicada pelo usuário e wikijornalista Saskeh. Seu número só foi conhecido recentemente, devido a um bug (erro de informática) em relação ao número das notícias criadas, disponível na página estatísticas.

O alcance de número de notícias na Wikinotícias em português só foi possível com apoio de cerca de 10 wikijornalistas que empenharam em reerguer o projeto paralelo da Fundação Wikimedia que estava entre 2008 a 2014, período entre maior participação dos usuários (ou utilizadores) e a queda de usuários, ativo, mas que passou a ser abandonada a partir de 2013, sem qualquer cuidado, o que fez que o projeto fosse alvo de vandalismos por publicações de notícias irrelevantes ou incompletas e até spans, que demoraram a ser revertidos ou excluídos por usuários stewards (usuários de confiança que agem em outros projetos como administradores) em dias, meses e até anos.

Após reabertura dos trabalhos em meados de 2014, saiu da oitava posição em agosto de 2014 para sexta quatro anos depois (2018). No entanto, ao mesmo tempo, deparou-se também com a ascensão da Wikinotícias em russo, criada em 2012. A versão russa passou a ser mais ativa em 2016, quando ultrapassou as versões em espanhol (29 de fevereiro), em português (8 de abril), em polonês (8 de novembro) e em alemão (12 de julho de 2017). Apesar da ascensão da Wikinotícias em russo e de ter sido ultrapassada, a wikinotícias lusofônica está se aproximando da versão alemã, em uma diferença de meio milhar, o que se supõe que ultrapasse já no começo de 2019 e consiga, assim, se tornar a quinta maior wikinews do mundo.

A Wikinotícias em polonês (ou polaca) já foi mais uma das mais ativas e chegou a ficar na segunda posição (perdendo apenas para a versão inglesa) em 2008, perdendo a posição para a sérvia em 2009 (ficando na terceira posição) em seu auge na final da década passada. No entanto, nos últimos anos, com a saída de wikijornalistas poloneses, ela vem perdendo posições para as concorrentes (como francês, alemão, italiano, russo e português) e hoje está na sétima posição, sendo ameaçada pela espanhola com uma diferença de 400 notícias, o que supõe que ela ultrapasse em 2019 e tornar a sétima posição.

Com a chegada de 13 mil notícias, a Wikinotícias em português (ou lusofônica) se junta a outros projetos já alcançaram essa marca: as Wikinotícias em inglês, alemão, italiano, sérvio, francês e russo.

Histórico

As primeiras edições da Wikinotícias foram do usuário brasileiro Ikescs, com as notícias Terremoto de 6,9 graus alerta a Indonésia (às 17h43min UTC) e ONU é contra a clonagem humana (às 17h57min UTC). Alguns meses depois, outro usuário brasileiro Carlosar, passou a contribuir praticamente sozinho e diariamente, as notícias sobre os casos do "Mensalão", das "Sanguessugas" e do mundo, com ajuda de outros wikipedistas que se tornaram wikijornalistas.

Depois da popularização da Wikipédia, ocorrida entre 2005 a 2007, os wikijornalistas (todos vindos da Wikipédia em português) que participaram na época do lançamento, deixaram o projeto entre 2008 a 2009. As alegações foi por falta de tempo, outros por assuntos pessoais e até divergências com administradores, que por vez nem apareciam mais, apesar de estarem no cargo.

Esses resultados provocaram queda de publicações de notícias e o congelamento no tempo da nossa versão, perdendo posições e chegando a ficar na 8ª posição, posição perdida para a Wikinotícias espanhola no dia 23 de fevereiro de 2011 (que tinha perdido em 2009). Entre final de 2011 até meados de 2012, voltou ter força, mas depois voltou ser abandonada depois que uns dos usuários mais ativos que publicava notícias foi acusado de usar conta para burlar bloqueio anterior e teve conta bloqueada e nunca mais voltou.

Com aparecimento de novos wikijornalistas em meados de 2014, a versão lusófona finalmente voltou ser a mais uma das mais produtivas de todas as Wikinotícias. Com a nova produtividade e os usuários, no dia 4 de dezembro do mesmo ano, a versão portuguesa voltou ultrapassar a espanhola (antes foi em 2009, perdida em 2011). Na época, outros projetos já alcançaram essa marca de 9 mil notícias: Wikinotícias em inglês, polonês, alemão, italiano, sérvio, francês e espanhol.

Notícias Relacionadas

Fontes

Reportagem original
Esta notícia contém reportagem original de um Wikicolaborador.

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati