Tribunal de Apelações dos EUA rejeita pedido da Casa Branca para restabelecer a proibição de viajar

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

6 de fevereiro de 2017

O nono tribunal de apelações de San Francisco rejeitou no início da manhã de domingo (5), um pedido do governo para restabelecer a polêmica proibição de imigração do presidente Donald Trump, levando os viajantes de sete nações, principalmente muçulmanas, a se apressarem a entrar no país antes da próxima reviravolta legal.

A decisão de um tribunal federal de apelação foi o último capítulo de uma saga que começou em 27 de janeiro, quando Trump emitiu uma proibição geral de todos os refugiados e viajantes do Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen.

Depois que o apelo ter sido rejeitado, Trump disse a repórteres em seu resort privado em Palm Beach, Flórida:


Cquote1.png

"Nós vamos ganhar. Para a segurança do país, vamos ganhar."

Cquote2.svg
Donald Trump




Os comentários do presidente se seguiram a um ataque pessoal contra o juiz distrital norte-americano James Robart, cuja decisão judicial em Seattle, na sexta-feira, questionou a constitucionalidade da ordem de Trump, proibindo que pessoas de sete países viajem para os Estados Unidos.

O departamento de estado disse na semana passada que até 60 mil pessoas tinham seus vistos revogados como resultado da proibição de Trump, embora um advogado do departamento de justiça colocasse o número em mais perto dos 100.000.

Fonte

Notícias Relacionadas

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati