Tribunal de Apelações dos EUA rejeita pedido da Casa Branca para restabelecer a proibição de viajar

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de fevereiro de 2017

O nono tribunal de apelações de San Francisco rejeitou no início da manhã de domingo (5), um pedido do governo para restabelecer a polêmica proibição de imigração do presidente Donald Trump, levando os viajantes de sete nações, principalmente muçulmanas, a se apressarem a entrar no país antes da próxima reviravolta legal.

A decisão de um tribunal federal de apelação foi o último capítulo de uma saga que começou em 27 de janeiro, quando Trump emitiu uma proibição geral de todos os refugiados e viajantes do Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen.

Depois que o apelo ter sido rejeitado, Trump disse a repórteres em seu resort privado em Palm Beach, Flórida:


Cquote1.png

"Nós vamos ganhar. Para a segurança do país, vamos ganhar."

Cquote2.svg
Donald Trump




Os comentários do presidente se seguiram a um ataque pessoal contra o juiz distrital norte-americano James Robart, cuja decisão judicial em Seattle, na sexta-feira, questionou a constitucionalidade da ordem de Trump, proibindo que pessoas de sete países viajem para os Estados Unidos.

O departamento de estado disse na semana passada que até 60 mil pessoas tinham seus vistos revogados como resultado da proibição de Trump, embora um advogado do departamento de justiça colocasse o número em mais perto dos 100.000.

Fonte

Notícias Relacionadas

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati