Mais de 20 mil professores nos Estados Unidos criticam decreto presidencial sobre imigração

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

4 de fevereiro de 2017

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Cerca de 20 mil professores universitários norte-americanos, entre eles 51 vencedores do prémio Nobel, assinaram uma petição contra o decreto presidencial sobre imigração e refugiados de Donald Trump.

"É a resposta de uma pessoa preguiçosa a um problema complexo. Foi mal concebida, revista de forma desadequada, é discriminatória, contraproducente e fundamentalmente anti-americana", escreveu David Yoffie, professor de economia da Universidade de Harvard, num texto publicado no site da universidade.

Até a passada quinta-feira, mais de 20 mil professores universitários tinham assinado a petição, entre eles 51 vencedores do prémio Nobel e 572 membros da Academia de Ciência Engenharia e Artes.

Na semana passada, o Presidente Donald Trump assinou um decreto que impede a entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana nos Estados Unidos por 90 dias e suspende o programa de acolhimento de refugiados por 120 dias.

A decisão tem provocado uma série de protestos no país e no exterior e vários Estados e instituições recorreram aos tribunais.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit