Presidente deposto adia plano de voltar à Honduras

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

1 de julho de 2009

O presidente hondurenho deposto por um golpe militar, Manuel Zelaya, que está exilado na Nicarágua, disse que adiou a sua possível volta para as Honduras. Ele havia afirmado que voltaria nessa quinta-feira, mas justificou o adiamento dizendo que vai esperar o prazo que a Organização dos Estados Americanos (OEA) deu como ultimato para que os golpistas reconduzam Zelaya ao poder. A organização ameaçou o governo hondurenho de expulsar o país da OEA caso o ultimato não seja cumprido.

A decisão da OEA foi tomada numa reunião de emergência realizada na sede da organização, em Washington D.C., nessa terça-feira, que contou com a participação do presidente deposto. Na capital estadunidense, Zelaya se encontrou com representantes do departamento de Estado dos EUA, entre eles Dan Restrepo, principal assessor para a América Latina do governo estadunidense.

Notícias relacionadas

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati