Presidente deposto adia plano de voltar à Honduras

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

1 de julho de 2009

O presidente hondurenho deposto por um golpe militar, Manuel Zelaya, que está exilado na Nicarágua, disse que adiou a sua possível volta para as Honduras. Ele havia afirmado que voltaria nessa quinta-feira, mas justificou o adiamento dizendo que vai esperar o prazo que a Organização dos Estados Americanos (OEA) deu como ultimato para que os golpistas reconduzam Zelaya ao poder. A organização ameaçou o governo hondurenho de expulsar o país da OEA caso o ultimato não seja cumprido.

A decisão da OEA foi tomada numa reunião de emergência realizada na sede da organização, em Washington D.C., nessa terça-feira, que contou com a participação do presidente deposto. Na capital estadunidense, Zelaya se encontrou com representantes do departamento de Estado dos EUA, entre eles Dan Restrepo, principal assessor para a América Latina do governo estadunidense.

Notícias relacionadas

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati