Novo presidente pede para hondurenhos não se preocuparem com ameaças

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

29 de junho de 2009


O novo presidente das Honduras, Roberto Micheletti, empossado neste domingo após o golpe militar que depôs o presidente Manuel Zelaya, declarou hoje aos hondurenhos que eles não devem se preocupar com "ameaças" proferidas pelos presidentes do Equador, Rafael Correa, da Venezuela, Hugo Chávez e da Nicarágua (onde o presidente deposto está exilado), Daniel Ortega.

O novo presidente hondurenho afirmou que não fica desonrado pela forma como chegou ao poder. "Chego à Presidência como produto de um processo de transição absolutamente legal", disse o ex-presidente do Congresso e agora presidente, durante o ato de juramento em uma sessão extraordinária no Parlamento.

O novo governo teve como primeira medida a decretação de um toque de recolher de 48h. Apesar de expirar às 6h dessa segunda, o novo presidente disse que o prazo poderá ser prorrogado.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati