Novo presidente pede para hondurenhos não se preocuparem com ameaças

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

29 de junho de 2009


O novo presidente das Honduras, Roberto Micheletti, empossado neste domingo após o golpe militar que depôs o presidente Manuel Zelaya, declarou hoje aos hondurenhos que eles não devem se preocupar com "ameaças" proferidas pelos presidentes do Equador, Rafael Correa, da Venezuela, Hugo Chávez e da Nicarágua (onde o presidente deposto está exilado), Daniel Ortega.

O novo presidente hondurenho afirmou que não fica desonrado pela forma como chegou ao poder. "Chego à Presidência como produto de um processo de transição absolutamente legal", disse o ex-presidente do Congresso e agora presidente, durante o ato de juramento em uma sessão extraordinária no Parlamento.

O novo governo teve como primeira medida a decretação de um toque de recolher de 48h. Apesar de expirar às 6h dessa segunda, o novo presidente disse que o prazo poderá ser prorrogado.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati