Oracle manifestou interesse em adquirir TikTok

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de agosto de 2020

A Oracle, com sede nos Estados Unidos, manteve conversações preliminares com a empresa chinesa ByteDance para adquirir o aplicativo TikTok. Até agora, a Microsoft era considerada a compradora mais provável, mas agora tem um forte rival.

Segundo o Financial Times, a fabricante de softwares corporativos Oracle já demonstrou interesse na compra. O chefe da empresa, Larry Ellison, supostamente já realizou negociações preliminares com a empresa-mãe do TikTok.

De acordo com a proposta, a Oracle pretende ganhar o controle das atividades do TikTok nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia. Os termos do negócio ainda são desconhecidos. No entanto, especialistas acreditam que seu custo pode variar de US$ 20 bilhões a US$ 50 bilhões.

Representantes da ByteDance e Oracle não comentaram as informações apresentadas.

Em 14 de agosto de 2020, Donald Trump exigiu que ByteDance vendesse todos os ativos no país em 90 dias. De acordo com o comunicado do chefe de Estado, a empresa também é obrigada a se desfazer de todos os dados dos usuários que recolheu no prazo de três meses.

Até recentemente, a Microsoft era vista como a principal candidata para a aquisição do TikTok. Anteriormente, também foi relatado que o Twitter estava interessado na compra, mas havia "sérias preocupações" sobre sua capacidade financeira para realizar o negócio.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com