Eleições 2020: ex-presidente republicano George W. Bush felicita Joe Biden

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O ex-presidente dos Estados Unidos (EU) George W. Bush divulgou uma nota no website de sua fundação (The Bush Center) hoje à tarde onde anunciou que já falou com o recém-eleito presidente Joe Biden, que deve assumir a presidência dos EU em janeiro próximo. "Acabei de falar com o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden. Estendi minhas calorosas felicitações e agradeci a mensagem patriótica que ele transmitiu na noite passada", diz o início da mensagem.

Biden é do Partido Democrata, enquanto Bush, assim com o ainda presidente Donald Trump, é do partido opositor, o Republicano.

Bush foi o último presidente republicano dos EU antes de Trump.

Veja quem foram os últimos presidentes dos EU
Ano Nome Partido
1993-2001 (dois mandatos) Bill Clinton Democrata
2001-2009 George W. Bush Republicano
2009-2016 (dois mandatos) Barack Obama Democrata
2016-2021 Donald Trump Republicano
2021-2025 Joe Biden Democrata

Trump continua se negando a reconhecer derrota

Ainda hoje pela manhã, Trump novamente usou sua conta no Twitter para dizer que as eleições deste ano haviam sido fraudadas. Ele escreveu diversas mensagens e numa delas postou que "temos neste país uma história de problemas eleitorais". Numa outra, logo em seguida, escreveu que "esta foi uma eleição roubada".

As mensagens foram novamente rotuladas pelo Twitter como "informação contestável e incorreta", aviso que vem sendo colocado há dias na quase totalidade dos textos divulgados por Trump na rede social.

Segundo a CNN, pessoas do entorno do presidente, incluindo sua esposa Melania e o genro Jared Kushner, já pediram que ele reconhecesse a derrota.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com