EUA saudam decisão do Reino Unido de excluir Huawei do 5G

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de julho de 2020

Os Estados Unidos saudaram a decisão das autoridades britânicas de proibir a participação da empresa chinesa Huawei na criação de futuras redes 5G. Isto foi afirmado pelo Secretário de Estado Mike Pompeo nesta terça-feira (14).

Segundo o comunicado, o Reino Unido foi incluído na crescente lista de países que defendiam sua segurança nacional, entre outras coisas, proibindo o uso de fornecedores não confiáveis de equipamentos de telecomunicações.

"Continuaremos a trabalhar com nossos amigos britânicos para criar um ecossistema 5G seguro e vibrante, essencial para a segurança e a prosperidade transatlânticas", afirmou Pompeo em comunicado.

O Secretário de Estado lembrou que a República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Letônia, Polônia, Romênia e Suécia já estavam incluídas na lista de países que proibiram o uso de equipamentos Huawei. Além disso, as operadoras móveis Jio na Índia, Telstra na Austrália, SK e KT na Coreia do Sul, NTT no Japão e outras se recusaram a usar equipamentos chineses.

"Os países devem ser capazes de garantir que o hardware e o software 5G não ameace a segurança nacional, segurança econômica, privacidade, propriedade intelectual ou direitos humanos", enfatizou Mike Pompeo.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com