Termos de pesquisa ajudam a prever futuros focos COVID-19

Fonte: Wikinotícias

15 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Especialistas do Hospital Geral de Massachusetts encontraram uma ligação entre as pesquisa na internet e os surtos futuros da pandemia de coronavírus.

Um aumento nas pesquisas por doenças gastrointestinais e perda de apetite está diretamente relacionado a aumentos futuros nos casos de COVID-19, descobriram os pesquisadores.

Como parte do estudo, os pesquisadores usaram o Google Trends para rastrear o interesse em sintomas gastrointestinais associados ao coronavírus (perda de paladar e apetite, diarreia, etc.). Observa-se que o mesmo método foi usado há dez anos para prever surtos de gripe suína.

De acordo com os resultados do estudo, no período de 20 de janeiro a 20 de abril de 2020, em quinze estados estadunidenses, foram registrados surtos de COVID-19 três a quatro semanas depois de uma onda de pesquisas. A correlação mais forte se manifestou em Nova Iorque, Nova Jersey, Califórnia, Massachusetts e Illinois.

“Nossos resultados sugerem que um aumento nas pesquisas por sintomas gastrointestinais populares prediz focos de COVID-19 com um período de quatro semanas”, afirmam os pesquisadores.

Fontes

((ru)) Поисковые запросы помогают прогнозировать будущие очаги COVID-19 — SecurityLab, 15 de setembro de 2020