Mais de 3,4 milhões de registros de plantadores de maconha vazaram

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Navegação Internet
Outras notícias sobre Internet

O site da comunidade de cultivadores de maconha GrowDiaries divulgou mais de 3,4 milhões de informações de membros devido à configuração incorreta.

O banco de dados não seguro foi descoberto em 10 de outubro de 2020 pelo pesquisador de segurança Bob Dyachenko. Ele contém 1.427.347 milhões de registros com endereços de e-mail e IPs, bem como 2 milhões de publicações, nomes de usuário e senhas.

Em 10 de outubro, Dyachenko relatou o incidente aos administradores da GrowDiaries e apenas três dias depois, em 15 de outubro, o vazamento de dados foi eliminado. O incidente não afetou os dados financeiros dos usuários.

Dados vazados podem ser usados ​​por invasores para realizar ataques, mas este não é o maior problema. Usuários em países onde o cultivo e uso de maconha são proibidos podem enfrentar processos judiciais e também extorsão.

Fontes

ru Более 3,4 млн записей производителей марихуаны утекли в СетьSecurityLab, 6 de novembro de 2020

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com