Jérome Bonduelle, CEO da Bonduelle, morre aos 50 anos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lille à noite.

29 de agosto de 2020

Jérome Bonduelle, CEO da fabricante francesa de vegetais enlatados Bonduelle, morreu na França no sábado, 29 de agosto de 2020.

Na noite de sábado, Bonduelle, de 50 anos, estava pedalando com sua esposa e amigos em Lille. Por volta das duas da manhã, hora local (3:00 hora de Moscou), um carro colidiu com um ciclista em uma ponte próxima à estação ferroviária Lille-Europa, cujo motorista fugiu do local do acidente. Jerome morreu no local, apesar dos esforços dos médicos que chegavam.

O culpado foi encontrado e preso por volta das 6h. De acordo com a polícia, ele já foi processado por vários crimes.

Jérome era filho de Bruno Bonduelle, descendente de um dos fundadores da empresa Bonduelle.

Jérôme Bonduelle ocupou vários cargos na Bonduelle por mais de 17,5 anos, incluindo na Itália e na América do Norte. Até 2003, trabalhou para Citroen e Eurogroup Consulting.

Bonduelle é um dos mais antigos da França. Foi fundada em 1853 por Louis Bonduelle-Dall e Louis Lesafre-Roussel. As fábricas da empresa em todo o mundo empregam cerca de 10 mil pessoas.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com