Iémen: Hamas declara seu apoio ao Presidente

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Abd Rabbuh Mansur Hadi

2 de abril de 2015

Cerca de uma semana depois da Arábia Saudita ter formado uma coligação militar contra os rebeldes Houthi no Iémen(PT) ou Iêmen(BR), o Hamás declarou o seu apoio para o presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi. No entanto, o Hamas não inclui na sua declaração o seu apoio à operação militar saudita no Iémen.

Quarta-Feira passada, a Arábia Saudita anunciou o início da Operação Tempestade Decisiva. Este último foi lançado depois que os rebeldes Houthi, que são apoiados pelo Irão(PT) ou Irã(BR), tomou o controlo de Áden e seus símbolos de autoridade. Assim, Quarta-Feira, 25 de Março, a Arábia Saudita anunciou a formação de uma coalizão sob sua liderança tem sido acompanhado por uma dúzia de países árabes sunitas, incluindo o Egito, Jordânia, Catar e os Emirados Árabes Unidos. Ao contrário do Hamás, as autoridades palestinas declararam o seu apoio para a operação Arábia no mesmo dia.

Forçado a tomar uma decisão difícil, Hamas emitiu uma declaração de apoio ao presidente Hadi, enquanto não apóia diretamente a operação saudita. Declaração de que parece ter criado um ponto de virada nas suas relações com o Irão(PT) ou Irã(BR).

Notícias Relacionadas[editar]

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati