Hacker de LinkedIn condenado a 7 anos de prisão nos EUA

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

1 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Um tribunal federal da Califórnia condenou o cidadão russo Yevgeny Nikulin, acusado de crimes cibernéticos nos Estados Unidos, a 88 meses de prisão (aproximadamente 7 anos e 4 meses). A promotoria recomendou que Nikulin fosse condenado a 12 anos de prisão.

Em julho deste ano, Nikulin foi considerado culpado de hackear o LinkedIn e o Formspring em 2012, ondd roubou as credenciais de 117 milhões de estadunidenses. O russo foi detido em Praga em 2016, a pedido das autoridades dos EUA, e em 2018 foi extraditado.

Depois de cumprir sua pena, Nikulin provavelmente será deportado para a Rússia, disse o juiz William Alsup. Os quatro anos já cumpridos serão creditados. O próprio Nikulin recusou a oportunidade de falar em sua defesa antes do anúncio do veredito.

Fontes

ru Взломавший LinkedIn и Dropbox россиянин приговерен к 7 годам тюрьмы — SecurityLab, 1 de outubro de 2020.

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit