Google encerra a rede social Orkut depois de 10 anos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Predefinição:Contrib-EBC

Navegação Internet
Outras notícias sobre Internet

30 de setembro de 2014

Era pra ser apenas mais um serviço da internet que se encerra e deixa saudades aos seus usuários. Mas o fim da rede social Orkut marca a trajetória de milhões de internautas, principalmente de brasileiros, que começaram a conhecer a web por meio dessa ferramenta.

A rede tornou-se espaço próprio tanto de interação e experimentação, quanto de excessos por partes dos membros. Era possível postar depoimentos particulares ou públicos chamados de "testimonials" (depoimentos), e até mesmo testar a criatividade ao fazer imagens com a combinação de caracteres no "scrapbook", espaço voltado para recados no perfil de cada usuário.

A empresa Google, dona do Orkut, escolheu este 30 de setembro como o último dia para se fazer login na ferramenta. Para quem já está com saudades, será possível fazer o download das fotos, scraps e depoimentos até setembro de 2016. Também ficará disponível o conteúdo público das discussões feitas nas comunidades, ainda que não seja mais possível criar novos tópicos.
_____________________@____@
___________@@@_____@_____@________@@@
_________@_____@____@_____@______@____@
_________@_____@____@_____@_____@_____@
__________@_____@___@_____@____@_____@
__________@_____@___@______@___@____@
__@@_____@_____@___@______@__@____@
_@___@____@_____@__@______@_@_____@
@_____@____@______@_@______@______@______@@@
_@_____@____@______@________________@_@@______@
_@_______@_@_____________________________________@
___@____________________________________________@
____@_________________ADEUS,__________________@
_______@______________ORKUT!________________@
_________@_________________________________@
___________@____________________________@
_____________@_________________________@
______________@_______________________@

(Caracteres e letras ganhavam novos sentidos nos Scrapbooks do Orkut, destinados inicialmente a recados)

Em julho, durante a edição de 2014 do Festival Youpix, que debate a cultura na web, o Orkut não podia deixar de ser lembrado. Um debate sobre a rede social, que já tinha a sentença de morte decretada, aconteceu com a participação de Maurício Cid e Bruno Predolin que, conhecidos como C! e B!, tinham mais de mil comunidades entre as mais populares da rede social.

O bate-papo também contou com Wagner Martins, do site Cocadaboa que, em 2004 (ano de criação do Orkut), já movimentava a internet com conteúdo de entretenimento. O Portal EBC conversou com os blogueiros sobre o pioneirismo do Orkut e, ao lado deles, conta um pouco mais sobre a história da rede social.

História[editar]

O Orkut surgiu em janeiro de 2004 a partir do projeto inicial chefiado pelo engenheiro turco da Google, Orkut Büyükkökten, que deu seu nome a ferramenta. A ideia era criar uma rede entre as pessoas com foco no público norte-americano. Mas a ferramenta popularizou-se mais na Índia e no Brasil. Assim, em 2005, o Orkut recebeu versões em outros idiomas, para além do inglês: francês, italiano, alemão, castelhano (ou espanhol), japonês, coreano, russo e chinês.

Antes os sites eram de uma empresa, um jornal, e no Orkut as pessoas começaram a ter sua primeira página, a subir conteúdo para a internet (...). [As comunidades do Orkut] passaram a ser uma afirmação de identidade.

Wagner Martins, dono do site Cocadaboa

Utilizando conceitos trazidos dos fóruns da internet, as comunidades do Orkut permitiam a discussão de temas por bloco com a participação de um mediador, que ajudava o dono da comunidade a fazer a administração do espaço.

"A comunidade deixou de ser um fórum de discussão e passou a ser uma afirmação de identidade", acredita Martins. Transição e decadência: "as pessoas perceberam outras redes que não tinham tanto SPAM", lembra Cid.

Em 2008, o Google Brasil já dominava o controle das decisões da rede social uma vez que o público brasileiro dentro era mais de 40 milhões na época. Houve alguns avanços como a inserção de um sistema para sugerir amigos de amigos.

Contudo, em 2009, o Orkut mudou seu layout (sendo chamado de O Novo Orkut) em uma tentativa de conter a ascensão do Facebook, que se tornava mais popular, que realmente se tornou popular foi o filme A Rede Social (The Social Network, título original).

Em 2010, o Facebook, alcançou o mesmo número de usuários de Orkut (apenas em números que se identificam brasileiros) que já estava no auge, que ambos estavam com mais de 40 milhões de usuários.

Em 2011, ocorreram mudanças na própria logo, mas não conseguiram manter um ambiente atraente, pois foi o início da decadência do Orkut, quando o Facebook passou a ter mais usuários brasileiros do que o Orkut.

Quando elas perceberam outras redes onde elas poderiam entrar e não havia tanto spam, elas começaram a migrar

Maurício Cid.

Entre 2012 a 2013, redes sociais menos expressivas no mercado venceram o Orkut em números de usuários. Assim, com a mudança de postura do Google sobre as redes e o investimento no Google Plus, que chegou a integrar a base de dados do Orkut, a rede social que acompanhou a inserção de muitos brasileiros à internet chega ao fim no dia 30 de setembro de 2014.

Petição[editar]

O estudante de Comunicação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Peter Shelton, que utiliza o Orkut desde 2006, criou petição virtual pedindo para que o Google revogasse sua ideia de acabar com Orkut, assim quando soube da notícia, como uma forma de desabafo, em julho.

“Foi amor à primeira vista. O Orkut permite o livre acesso a ideias”, enfatiza. Para o jovem, as comunidades são o principal interesse dos usuários da rede que tem perdido lugar para outras redes como o Facebook. “As comunidades no orkut possuem o modelo de fórum simples e dinâmico. Muitos fóruns chegaram a migrar para lá".

Mas ele se surpreendeu ao ver que várias pessoas começaram a compartilhar a proposta e a petição chegou a mais de 10 mil assinaturas no mesmo dia. Em 16 de julho, a petição possuía mais de 87 mil assinaturas. Apesar disso, o pedido não foi atendido.

Curiosidades[editar]

  • No começo da rede, era preciso receber o convite de um amigo para acessar à rede. Isso foi até 2006, quando o acesso tornou-se disponível a qualquer pessoa que fizesse um cadastro.
  • Em abril de 2006, o Orkut permitia saber quem visualizou o seu perfil. O recurso mostrava os últimos cinco membros a visualizar sua página com informações básicas.
  • O sucesso da ferramenta permitiu a experimentação de várias ferramentas como a inserção de vídeos do YouTube, mas algumas delas geram estranhamento.

Fontes[editar]

Textos[editar]

Áudios[editar]

Predefinição:EBC

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati