Google coloca cabo submarino entre EUA e Europa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

28 de julho de 2020

O Google instalará um cabo submarino entre os EUA, Reino Unido e Espanha para melhorar as comunicações. "Grace Hopper" será um dos primeiros cabos novos entre os EUA e o Reino Unido desde 2003. Aumentará a largura de banda e suportará serviços do Google, como Meet, Gmail e Google Cloud. É também o primeiro cabo corporativo na Espanha. Ele é responsável por garantir a integração dos produtos em nuvem do Google em Madri na infraestrutura global da organização.

Os cabos submarinos fornecem 98% do tráfego internacional da internet em todo o mundo. Esses cabos permitem trocar, pesquisar, enviar e receber informações na velocidade da luz. A pandemia de COVID-19 chamou atenção especial para a web, segundo Tom Meyer, vice-presidente da empresa de pesquisa IDC Europe. “Esse desafio nos mostrou que uma rede estável e confiável não é mais algo 'agradável de se ter', agora é fundamental para os negócios”, afirmou ele.

"Grace Hopper" incluirá nova comutação por fibra óptica que melhorará a confiabilidade das comunicações, permitindo que a corporação lide melhor com as interrupções nas operações, segundo o Google. Seu comprimento será de 6.250 km dos EUA ao Reino Unido e de 6.300 km dos EUA à Espanha.

O cabo recebeu o nome da pioneira em ciência da computação Grace Hopper (1906—1992), mais conhecida por seu trabalho em um dos primeiros compiladores críticos no desenvolvimento da linguagem de programação COBOL.

O Google já tem cabos à disposição para conectar Portugal e África do Sul, além dos Estados Unidos e França. Eatontown será responsável por colocar o novo cabo. Ela deve concluir o projeto em 2022.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com