Escritor russo Yuri Bondarev morre

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

29 de março de 2020

Em Moscou, aos 97 anos de idade, o escritor Yuri Bondarev morreu. Segundo sua esposa, Valentina Bondarev, ele estava em casa no momento. O governador da região de Oremburgo confirmou a notícia: "Hoje, no 97º ano, o famoso escritor e figura pública da linha de frente, um nativo da cidade de Orsk, Yuri Vasilyevich Bondarev, faleceu."

Yuri Bondarev nasceu em 1924 em Orsk. Em sua juventude, ele participou da Segunda Guerra Mundial. Em 1941, se matriculou como voluntário no arranjo de trincheiras perto de Smolensk, sendo convocado para o serviço militar e tornado-se sargento posteriormente. Ele lutou perto de Stalingrado como parte do 2º Exército de Guardas, onde comandava equipes de morteiros. Participou da batalha do Dniepre e da libertação de Kiev.

Em 1946, ingressou no Instituto Literário Gorky, onde estudou no seminário de Konstantin Paustovsky. Escreveu cinco livros, que sucessivamente se tornaram filmes. Membro do Sindicato dos Escritores da URSS, possuía a Ordem da Guerra Patriótica de 1º grau, além de vencer o Prêmio Lenin e o Prêmio Herói do Trabalho Socialista.

Em 1988, na Conferência do Partido Comunista, ele criticou o movimento perestroika. Em 1994, se recusou a aceitar a Ordem da Amizade dos Povos em homenagem aos 70 anos do presidente russo Boris Iéltsin, justificando em um telegrama que "hoje isso não ajudará mais o bom consentimento e a amizade dos povos de nosso grande país".

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com