Defesa contra asteroides é insuficiente

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

Estados Unidos • 16 de setembro de 2014

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O programa da Nasa para detectar e proteger a Terra dos asteroides está mal administrado e atrasado em relação a seus objetivos, revela uma auditoria do governo publicada nesta segunda-feira (15) nos Estados Unidos. Apenas um milhão de dólares do orçamento total de 40 milhões do programa é destinado a estratégias para desviar asteroides que ameaçam a Terra ou evacuar áreas sob risco de impacto, destaca o relatório elaborado pelo inspetor-geral da Nasa, Paul Martin.

O Congresso ordenou em 2005 à agência espacial americana a criação de um programa para rastrear os chamados "objetos próximos à Terra" (NEO, sigla em inglês) com mais de 140 metros de diâmetro, decidir que ameaça representam e catalogar 90% destes objetos até 2020. "Após o programa descobrir, avaliar e traçar as órbitas de mais de 11 mil NEOs desde 1998, a Nasa estima que identificou apenas 10% de todos os asteroides de 140 metros ou mais e que não cumprirá o prazo até 2020", adverte a auditoria.

Fontes