Covid-19: Pfizer apresenta remédio que reduz chance de casos graves em 89%

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

5 de novembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A farmacêutica Pfizer anunciou hoje que desenvolveu um comprimido que em estudos iniciais reduziu em 89% o risco de hospitalizações e mortes por covid-19. A empresa também comunicou que planeja enviar os dados do relatório à FDA dos Estados Unidos para Autorização de Uso de Emergência (EUA) o mais rápido possível.

O remédio, chamado Paxlovid (PF-07321332; ritonavir), foi testado em 389 pacientes, que tomaram a pílula até 3 dias após o início dos sintomas. Desses, 3 acabaram hospitalizados em até 28 dias após o início dos testes – o equivalente a 0,8% dos pacientes- mas nenhum morreu. No grupo de controle, 385 pacientes não receberam o comprimido, dos quais 27 foram hospitalizados, sendo que destes 7 morreram.

Nenhum dos participantes do estudo havia sido vacinado e todos os recrutados tinham ao menos uma comorbidade que aumentaria o risco de desenvolver covid-19 grave.

O anúncio da Pfizer veio apenas um dias depois do governo do Reino Unido aprovar uso do medicamento antiviral molnupiravir para o tratamento de adultos com alguma doença pré-existente (obesidade, idade acima de 60 anos, diabetes ou doença cardíaca) que possa levar ao agravamento da covid-19.

Notícias Relacionadas

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit