Covid-19: molnupiravir é aprovado no Reino Unido para tratamento de casos leves e moderados da doença

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

4 de novembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde (MHRA) do Reino Unido aprovou hoje o uso do medicamento antiviral molnupiravir, que será comercializado em solo britânico sob a marca Lagevrio, para o tratamento de adultos com casos de covid-19 leves ou moderados que tenham alguma doença pré-existente (obesidade, idade acima de 60 anos, diabetes ou doença cardíaca) que possa levar ao agravamento da doença.

A Agência revisou os relatórios dos testes feitos pelas empresas Ridgeback Biotherapeutics e Merck Sharp and Dohme (MSD), que desenvolveram a droga, e concluiu que o molnupiravir é seguro e eficaz.

O medicamento, de uso oral, atua interferindo na replicação do vírus, o que impede que o Sars-Cov-2 se multiplique no organismo humano e possa aumentar o risco de agravamento da doença. Nos testes, ele se provou 50% eficaz - ou seja: evitou o agravamento da doença em 50 de 100 pacientes com comorbidades.

Segundo a Agência, o tratamento com o medicamento deve ser iniciado assim que um teste der resultado positivo para a contaminação por Sars-Cov-2 e no máximo 5 dias após o início dos sintomas.

A Merck espera que a Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos e a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) também liberem o uso em breve.

Notícias Relacionadas


Fontes



Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit