Coronavírus: brasileiros voltam ao Brasil

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de fevereiro de 2020

Portal Saúde
Outras notícias sobre saúde


Os dois aviões da FAB (Força Aéria Brasileira) que haviam partido para a China na quarta-feira, voltaram hoje de manhã cedo ao Brasil e pousaram na base militar de Anápolis, em Goiás, onde os 34 brasileiros que pediram para se repatriados ficarão em quarentena por 18 dias. A medida é necessária para se afastar qualquer indício de contaminação pelo coronavírus 2019-nCov, que já matou mais de 800 pessoas no país asiático, mais que a SARS no início dos anos 2000.

Os brasileiros haviam começado uma campanha no domingo passado, pedindo "resgate", mas inicialmente o presidente Jair Bolsonaro havia dito que seria uma "irresponsabilidade" trazê-los de volta da cidade de Wuhan, epicentro da epidemia, sem ter a garantia de que eles ficariam em quarentena, já que não há no Brasil uma lei que os obrigue a isto. No entanto, ainda no final de domingo, o governo anunciou que fretaria dois aviões e traria os brasileiros de volta durante a semana.

Os últimos números da epidemia

  • 812 mortos na China
  • 6.188 pacientes em estado grave na China
  • 37.251 contaminados na China
  • 37.558 casos confirmados em todo mundo
  • 26 casos suspeitos já descartados no Brasil

Notícias Relacionadas

Coronavírus: brasileiros pedem para ser resgatados

Coronavírus: aviões decolam rumo à China para buscar brasileiros

Fontes

Brasileiros que estavam em epicentro de surto do coronavírus iniciam quarentena em Anápolis, Reuters, 09 de fevereiro de 2020.

Novel Coronavirus (2019-nCoV) situation reports, Situation report - 20, WHO, 09 de fevereiro de 2020.

Brasil investiga 8 casos suspeitos do novo coronavírus, Minsitério da Saúde, 07 de fevereiro de 2020.

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati