Casa Real britânica atualiza títulos dos filhos de Harry para Príncipe e Princesa

Fonte: Wikinotícias

9 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Casa Real britânica se referiu aos filhos do Príncipe Harry, Archie e Lilibet, como Príncipe e Princesa pela primeira vez ontem, ao atualizar a seção Sucessão no portal royal.uk. Respectivamente, eles haviam nascido como Master e Miss, o que provocou o descontentamento de Harry, que ansiava que seus filhos tivessem um estatus mais elevado. Em 2021, durante a entrevista com Oprah, Meghan Markle, mãe das crianças, deu a entender que o título não havia sido dado ao filho devido a Família Real ser racista.

No entanto, Meghan se equivocou à época, o que foi apontado por diversos experts na Monarquia britânica. A lei real (carta-patente) que define os títulos dos descendentes de um monarca data de 1917, quando George V ditou que os bisnetos do monarca não seriam mais Príncipes e Princesas, a não ser que se tratasse da primeira criança do filho ou filha mais velha do Príncipe de Gales, ou seja, o bisneto que de fato estivesse na linha de sucessão como futuro Rei ou Rainha do Reino Unido.

Harry e a família fixaram residência nos Estados Unidos em 2020, após decidirem se afastar dos deveres que envolvem a Monarquia britânica. Por trás de sua decisão está o acosso que a imprensa britânica impôs à Meghan, uma mulher birracial, racismo - Archie chegou a ser comparado a um chimpanzé por um jornalista - e ameaças de morte, por, segundo os extremistas, Harry ter sujado o sangue da família real ao se casar com uma mulher com antepassados na África.

Notícias Relacionadas[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]