CIA não encontrou evidências de que Tiktok está repassando dados

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de agosto de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Analistas da Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos não encontraram evidências de que as autoridades chinesas tenham recebido dados de usuários do TikTok, informou o The New York Times.

A pedido da Casa Branca, oficiais de inteligência examinaram o caso e concluíram que ele não representa uma ameaça à segurança nacional. No entanto, isso não impediu Donald Trump de tomar "medidas agressivas" contra os proprietários do WeChat e do TikTok para "proteger a segurança nacional".

A avaliação é a mais recente de uma série de iniciativas tomadas por funcionários dos EUA para separar as empresas de tecnologia chinesas dos usuários estadunidenses. Os legisladores dos EUA estão preocupados que o governo chinês possa obter acesso aos dados por meio de aplicativos como o TikTok.

Analistas chegaram à conclusão de que existe a ameaça potencial de interceptação de dados pessoais de usuários, bem como a possibilidade de acesso aos seus smartphones pelas autoridades chinesas. No entanto, não há evidências de que isso tenha acontecido.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com