Atualização do Windows 10 instala à força Edge baseado em Chromium

17 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Microsoft tem promovido seu novo navegador Edge baseado em Chromium desde junho deste ano, mas a atualização mais recente da empresa o instalou inesperadamente em mais sistemas.

Os dados da versão antiga do navegador, incluindo senhas e guias salvas, são transferidos automaticamente para o novo. O novo Edge também é encaixado automaticamente na barra de tarefas e um ícone aparece na área de trabalho. Ao tentar usar a versão antiga, os usuários serão direcionados para a nova.

Muitos usuários reagiram à instalação forçada de um novo navegador sem muito entusiasmo. No entanto, existem algumas soluções alternativas para ajudá-lo a adiar a instalação do novo Edge, como pausar as atualizações.

Existem também várias outras maneiras de impedir a instalação do Edge baseado em Chromium. No entanto, a Microsoft deliberadamente dificultou a remoção, "porque o Windows oferece suporte a aplicativos que dependem da plataforma da web, e o navegador padrão é um componente essencial do sistema operacional e não pode ser removido". A empresa insiste que o novo Edge é essencial para compatibilidade, desempenho e muito mais.

Fontes

((ru)) Обновление для Windows 10 принудительно устанавливает Edge на базе Chromium — SecurityLab, 17 de setembro de 2020