Washington condenou encontro de Erdoğan com líderes do Hamas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

25 de agosto de 2020

Os Estados Unidos condenam veementemente a decisão do presidente turco Erdoğan de hospedar dois líderes do Hamas em Istambul em 22 de agosto, disse a porta-voz do Departamento de Estado, Morgan Ortagus.

"Os Estados Unidos e a União Europeia consideram o Hamas uma organização terrorista, e ambos os funcionários recebidos pelo presidente Erdoğan estão na lista dos terroristas globais", lembrou Ortagus, observando que um desses funcionários é procurado devido ao seu envolvimento em vários atos terroristas, furtos e sequestros.

“Os contatos constantes do presidente Erdoğan com esta organização terrorista ajudam a isolar a Turquia da comunidade internacional, prejudicar os interesses do povo palestino e minar os esforços globais para prevenir ataques terroristas de Gaza”, disse Ortagus.

“Continuamos a expressar preocupação com as relações do governo turco com o Hamas ao mais alto nível”. Esta é a segunda vez que o presidente Erdoğan recebe a liderança do Hamas este ano — a primeira reunião ocorreu em 1 de fevereiro.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com