Vazamento de gás na Índia deixa pelo menos 13 mortos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

10 de maio de 2020


Na noite de quinta-feira, por volta das 14h30 (horário local), ocorreu um incidente em Gopalapatnam, no distrito de Visakhapatnam, Andra Pradexe. Um vazamento de gás em uma fábrica na LG Polymers India (uma subsidiária da LG Chem, uma empresa sul-coreana que faz parte do Grupo LG) matou pelo menos 13 pessoas.

Estima-se que milhares de pessoas adoeceram como resultado do gás que escapou. Muitas pessoas estavam inconscientes no chão, disseram os relatórios. Além disso, várias cabeças de gado estão mortas.

Swaroop Rani, chefe da polícia, disse à Agence France-Presse que o gás escapou de dois tanques que estavam fora de serviço e sem vigilância desde 25 de março devido à pandemia de COVID-19: "O gás foi deixado lá por causa do isolamento. Isso levou a uma reação química e o calor apareceu nos tanques, e o gás vazou por causa disso". A fábrica estava prestes a reiniciar as atividades.

A situação na fábrica está sob controle agora, disseram as autoridades. Uma investigação para determinar as circunstâncias exatas do acidente está em andamento.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com