UE vai impor sanções contra 20 funcionários bielorrussos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

29 de agosto de 2020

Os membros da União Europeia concordaram em impor sanções a 20 funcionários de alto escalão da Bielorrússia, suspeitos de fraudar eleições e reprimir protestos, e em algum momento eles provavelmente incluirão o presidente Aleksandr Lukashenko na lista, disseram os ministros das Relações Exteriores do bloco na sexta-feira.

“Chegamos a um acordo geral sobre como a lista será estruturada”, disse o ministro tcheco das Relações Exteriores, Tomáš Petříček, a repórteres em uma reunião de ministros em Berlim.

Respondendo à pergunta se as sanções afetarão o próprio Lukashenko, Petříček expressou a seguinte opinião: “Lukashenko deveria estar na lista”.

Alguns países preferem uma abordagem gradual que envolve aumentar a pressão ao adicionar novos nomes à lista se Lukashenko não negociar com a oposição.

Fontes

Ligação a um site em russo Евросоюз введет санкции в отношении 20 белорусских чиновниковVOA, 29 de agosto de 2020

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com