Tiktok removeu mais de 250 vídeos solicitados pelas autoridades russas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

25 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O diretor de relações públicas da TikTok na Europa, Tao Bertram, disse que desde o início do ano até 30 de junho, mais de 500 vídeos foram retirados a pedido de diferentes países. Cerca de metade desses pedidos veio da Rússia.

“A lei russa é terrível, mas infelizmente temos que cumprir os requisitos do país em que trabalhamos”, disse Bertram.

Em 2019, Roskomnadzor prometeu verificar o pedido de conformidade com as leis da Federação Russa. Em resposta, a TikTok prometeu cooperar com as autoridades russas.

O serviço de imprensa da TikTok na Rússia disse que o conteúdo excluído não era relacionado aos LGBTs. “As informações foram mal interpretadas. A TikTok de fato removeu mais de 250 vídeos na Rússia a pedido das autoridades, mas esses vídeos não têm nada a ver com pessoas LGBT”, disse a empresa em um comunicado.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit