Senado dos EUA pede eleições livres na Bielorrússia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de agosto de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Senado dos Estados Unidos aprovou uma resolução pedindo eleições livres, justas e transparentes na Bielorrússia.

A resolução condena as detenções e prisão por motivos políticos de candidatos da oposição, incluindo Sergei Tikhanovsky, Viktor Babariko e Nikolai Statkevich, e apela à sua libertação imediata.

O documento condena o não registro arbitrário pela Comissão Eleitoral da maioria dos candidatos potenciais nas eleições presidenciais de 9 de agosto, bem como a repressão e detenções arbitrárias de manifestantes pacíficos, membros de partidos da oposição, defensores dos direitos humanos e representantes da mídia independente.

O Senado dos EUA "se solidariza com o povo bielorrusso, incluindo defensores dos direitos humanos, blogueiros e jornalistas, que exercem seus direitos à liberdade de reunião, liberdade de expressão e Estado de direito".

Ele apela às autoridades bielorrussas para que realizem eleições presidenciais livres, justas e inclusivas que atendam aos padrões internacionais.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com