Obama pede suspensão de julgamentos em Guantánamo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de janeiro de 2009

O novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pede a suspensão de todos julgamentos na base militar em Prisão de Guantánamo por 120 dias[1]. A suspensão já era esperada por se tratar uma de suas metas de campanha presidencial. A Prisão de Guantánamo é considerada violadora dos direitos humanos e foi duramente criticada na administração Bush.

Um dos juízes a conceder a suspensão foi Stephen Henley, responsável pelos processos de cinco homens acusados de ajudar a organizar os atentados de 11 de setembro de 2001 em Nova York e Washington. Mais cedo, o juiz militar Patrick Parrish havia ordenado que o processo contra o canadense Omar Khadr fosse suspenso.

Notícias relacionadas

Fontes

Referências

  1. http://edition.cnn.com/2009/POLITICS/01/21/guantanamo.hearings/index.html