Nicarágua e Honduras entram em alerta devido a furacão Eta

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

2 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

As costas nordeste da Nicarágua e Honduras estão em alerta máximo devido a aproximação do furacão Eta (também Etá), o 29º fenômeno da temporada de furacões no oceano Atlântico de 2020. Um aviso para "risco de vida devido a ventos catastróficos, enchentes e deslizamentos de terra" foi emitido pelo NHC dos Estados Unidos ainda no início desta tarde para os dois países. O centro também informa que inundações também são possíveis na Jamaica, sudeste do México, El Salvador, sul do Haiti e nas Ilhas Cayman enquanto o furacão se mover rumo a Oeste pela América Central durante esta semana.

Na Nicarágua, autoridades do SINAPRED realizaram uma conferência de imprensa especial via You Tube (veja aqui) horas atrás para fazer atualizações sobre o sistema. "Deve chegar ao país como um furacão de Categoria 3", disse o porta-voz. No Informe Especial emitido às 09:30 no horário local, os meteorologistas estimavam que ele atingiria principalmente a região de Bilwi entre a noite de hoje e a manhã de terça-feira, 03 de novembro.

Já em Honduras, dois aviões militares voaram para a região de Mosquitia hoje à tarde levando toneladas de alimentos para aqueles que forem afetados pelo Eta.

O Eta

Na manhã de 29 de outubro o NHC começou a seguir uma vasta zona de distúrbio sócia a uma onda tropical justo ao leste das Pequenas Antilhas. Esta entrou depois nas águas muito quentes do Mar do Caribe e a sua probabilidade de resultar num sistema tropical aumentou para 80 % na tarde do dia seguinte. Às 21h UTC, em 31 de outubro, uma zona de baixa pressão formou-se baixo a onda tropical a 510 km a sudeste de Kingston (Jamaica) e foi designada como a depressão tropical Vinte e Nove. Às 3h UTC de 1º de novembro, o NHC reclassificou o sistema para uma tempestade tropical que foi nomeada Eta, tendo o fenômeno evoluído para um furacão posteriormente.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit