Saltar para o conteúdo

Morreu OJ Simpson, antiga estrela do futebol americano

Fonte: Wikinotícias
O.J. Simpson 1990

13 de abril de 2024

Email Facebook X WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O antigo jogador de futebol americano OJ Simpson morreu de cancro na quarta-feira, 10, aos 76 anos de idade.

"No dia 10 de abril, nosso pai, Orenthal James Simpson, morreu após sua batalha contra o cancro. Ele estava cercado pelos seus filhos e netos", escreveu no X, nesta quinta-feira, 11, a família da antiga estrela do desporto americano.

A vida de Simpsom ficou marcada pelas suas vitórias no campo, mas principalmente pelo julgamento em 1995, no qual foi acusado por duplo homicídio, da ex-mulher e amigo dela, e que concentrou a atenção nos Estados Unidos e no mundo.

OJ Simpson foi considerado inocente.

Os debates cativaram o país e o veredito que exonerou OJ Simpson continua a suscitar polémica.

A vida pública de Orenthal James Simpson começou como "running back" no futebol americano universitário.

Ele ganhou o Troféu Heisman de melhor jogador do país e, depois, construiu uma carreira na Liga Nacional de Futebol (NFL).

Depois de terminar a carreira de jogador, ele seguiu uma bem sucedida carreira de filmes como ator, com destaque para a trilogia "Corra que a Polícia Vem Aí".

Em 1994, a ex-mulher Nicole Brown Simpson e um amigo dela, Ron Goldman, foram encontrados mortos a facadas na casa dela, em Los Angeles e OJ Simpson foi preso após uma cinematográfica perseguição na Califórnia, de 100 quilómetros e que transmitida ao vivo para todo o país.

No "Julgamento do século", como ficou conhecido, em que Simpson foi acusado de duplo homicídio, captou a atenção mundial, mas ele foi absolvido em 1995 por um júri de Los Angeles,

A polícia nunca chegou a apontar outro suspeito dos assassinados de Brown e Goldman e os homicídios nunca foram resolvidos oficialmente.

Fonte[editar | editar código-fonte]