Morre primeiro paciente diagnosticado com ebola nos Estados Unidos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

Portal Obituário
Outras notícias sobre obituário

8 de outubro de 2014

Morreu hoje (8), em Dallas, no estado do Texas, o liberiano Thomas Duncan, a primeira pessoa diagnosticada com ebola nos Estados Unidos. Ele estava hospitalizado desde 26 de setembro. Segundo o hospital, Thomas morreu de manhã. O governo americano investiga se houve imprudência no primeiro atendimento hospitalar. Antes da internação, ele chegou a ser atendido, mas foi liberado, porque o funcionário do hospital não teria reportado ao médico, como indicava o protocolo, que ele era um viajante do Oeste africano.

Quando retornou ao hospital, já apresentava sintomas mais graves e teve a confirmação do diagnóstico de ebola. Duncan chegou aos Estados Unidos em 26 de setembro, para visitar familiares. Os órgãos de saúde norte-americanos mantêm entre 30 e 50 pessoas em observação, por suposto contato com o liberiano.

Inicialmente, o governo norte-americano não havia identificado o paciente liberiano, mas a imprensa americana conseguiu contato com familiares e o governo acabou confirmando a identidade de Thomas.

As TVs e jornais dos Estados Unidos veicularam entrevistas e reportagens sobre erros cometidos no primeiro atendimento hospitalar. Algumas matérias informavam que o liberiano teria negado contato com pessoas doentes na Libéria.

Os casos de Thomas e da auxiliar de enfermagem da Espanha obrigaram os Estados Unidos a reavaliarem protocolos para prevenção. A informação é que o governo começará a aferir a temperatura de viajantes em aeroportos a partir do próximo fim de semana.

Ontem (7), o diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), Tom Frieden, afirmou que, em breve, serão adotadas ações para aumentar a segurança dos americanos com relação ao ebola.

Fonte[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati