Morre primeira pessoa vítima de COVID-19 no Chile

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de março de 2020


Uma mulher de 83 anos de idade hospitalizada desde 17 de março no Hospital San Juan de Dios, no município de Renca, em Santiago, tornou-se a primeira vítima do COVID-19 no Chile. A vítima tinha doenças pré-existentes e morreu após receber cuidados paliativos.

Jaime Mañalich, ministro da Saúde do Chile, fez o anuncio através de sua conta no Twitter. "Temos que lamentar o primeiro falecido no Chile devido ao COVID-19. Uma mulher de 83 anos", afirmou ele. O prefeito de Renca, Claudio Castro, expressou seu aborrecimento porque descobriu dessa maneira e não através de uma comunicação informal: "Tentei fazer contato com diferentes personalidades do governo para articular uma maneira conjunta de lidar com essa situação. Acreditamos que deveria haver uma coordenação diferente".

A mulher esteve presente em uma reunião de família em 4 de março e morou com um parente que voltou da Europa. Nesta mesma família, existem alguns casos confirmados de coronavírus. O número de infecções no Chile permanece em 537 casos.

Notícia relacionada

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com