Morre o escritor brasileiro Rubem Fonseca

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de abril de 2020

Nesta quarta-feira (15), morreu o escritor brasileiro Rubem Fonseca, aos 94 anos. Ele sofreu um infarto em seu apartamento no Rio de Janeiro, chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu. Em nota, o Hospital Samaritano declarou que "se solidariza com os familiares e amigos do escritor".

Rubem nasceu em Juiz de Fora, Minas Gerais. Ele se formou em ciências jurídicas e sociais pela Faculdade Nacional de Direito, da antiga Universidade do Brasil — hoje Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Trabalhou na polícia, mas foi exonerado em 1958 quando passou a se dedicar à literatura. Sua estreia foi com o livro de contos Os Prisioneiros, em 1963.

Uma das obras de maior destaque do escritor, o livro Feliz Ano Novo, lançado em 1975, foi censurado pela ditadura militar, e sua liberação só ocorreu em 1989. Outro destaque é o romance Agosto, de 1990, que trata do contexto político que consequentemente causaram o suicídio do presidente Getúlio Vargas.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com