Mike Pence: América restaura liderança no espaço

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de maio de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Espaçonave Dragon 2 da SpaceX

A próxima semana entrará na história da astronáutica americana — pela primeira vez em 10 anos, um foguete será lançado a partir do cosmódromo americano levando astronautas à órbita da Terra. O anúncio aconteceu em uma reunião do Conselho Nacional do Espaço na terça-feira (19), pelo vice-presidente Mike Pence. A reunião, realizada na sede da NASA, também contou com a presença do chefe da agência, Jim Bridenstine.

“Uma semana e um dia nos separam do momento em que a América devolve astronautas para o espaço. Este é um momento extraordinariamente emocionante na história deste programa”, disse Pence, expressando gratidão a toda a equipe da NASA e admiração pela equipe de astronautas em nome do governo Donald Trump, que “retornará a liderança da América no espaço na próxima semana”.

“Gostaria apenas de agradecer a todos. Isso é incrível, em pouco tempo os Estados Unidos estarão recuperando sua liderança no espaço. O retorno dos astronautas americanos confirma nosso desejo de liderar as vastas extensões de espaço”, enfatizou o vice-presidente.

Jim Bridenstine confirmou que os Estados Unidos estão voltando para a lua. “Estamos seguindo a diretiva presidencial n.º 1 sobre a política espacial. Como você anunciou há pouco mais de um ano, enviaremos pessoas para o Pólo Sul da Lua até 2024”, disse Bridenstine, que também afirmou a inclusão da primeira mulher a pousar na lua.

Segundo Bridenstine, a NASA completou o estágio principal de desenvolvimento do superpesado SLS, que será usado para missões espaciais tripuladas à lua. Agora ele está sendo montado no Centro Espacial Stennis, no Mississippi, e seus testes preliminares ocorrerão neste verão e outono.

O SLS será usado para lançar a espaçonave tripulada Orion, que voará na órbita da lua pela primeira vez desde a implementação do programa Apollo. O projeto também envolve parceiros dos EUA na exploração espacial — agências espaciais do Japão, Comunidade Europeia e Canadá.

Em 27 de maio de 2020, a espaçonave tripulada Dragon 2 será lançada usando o foguete Falcon 9 do cosmódromo do Centro Espacial Kennedy, entregando os astronautas americanos Bob Benken e Doug Hurley à ISS. Tanto o foguete quanto a espaçonave foram desenvolvidos pela empresa privada SpaceX, liderada pelo inventor bilionário Elon Musk. A espaçonave devem ser lançadas às 20:30 GMT.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com