Lukashenko comparou manifestantes a ovelhas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

10 de agosto de 2020

O presidente da Bielorrússia, Aleksandr Lukashenko, reeleito para um sexto mandato de cinco anos, chamou os manifestantes de "ovelhas" controladas por países estrangeiros.

“Alguém queria estragar este feriado. Nós os vimos — eles brilharam ainda mais esta noite. Gravamos… ligações do exterior. Haviam ligações da Polônia, Reino Unido e República Tcheca”, disse Lukashenko, segundo uma agência estatal.

As agências de aplicação da lei detiveram cerca de 3.000 pessoas durante protestos em massa na Bielorrússia na noite de segunda-feira, disse o Ministério do Interior bielorrusso na segunda-feira.

Milhares de pessoas saíram às ruas, protestando contra a vitória de Lukashenko nas eleições presidenciais e se opondo à polícia, que estava usando meios especiais para dispersar a multidão.

A Comissão Eleitoral Central da república anunciou na manhã de segunda-feira os resultados preliminares das eleições, segundo os quais Lukashenko obteve uma vitória esmagadora com 80,2% dos votos.

A principal rival do presidente nas últimas eleições, Svetlana Tikhanovskaya, se recusou a reconhecer o resultado da votação e acusou seu oponente de usar a força para manter o poder.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com