Líbia já tem o primeiro-ministro, na véspera de novas eleições

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

5 de fevereiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Em uma videoconferência online realizada em Genebra (Suíça), foi realizado um fórum na qual participaram bastantes pessoas líbias (73, para ser exato), incluindo os representantes das três regiões do país e sob moderação da Organização das Nações Unidas (ONU), para pudessem instalar o novo primeiro-ministro e um gabinete presidencial.

O novo primeiro-ministro é o empresário chamado Abdul Hamid Dbeibah e o presidente eleito Mohamed Menfi, que ocupava anteriormente o cargo de embaixador da Grécia. Terão a missão de encaminhar o país para as novas eleições gerais que estão previstas acontecer em dezembro.

Após dias de discussão, o primeiro-ministro se impôs com a maioria dos votos emitidos na reunião que se manteve com extrema discrição.

Contra o relógio

O primeiro-ministro deverá trabalhar arduamente para formalizar seu gabinete presidência e uma rota de trabalho, para que seja aprovado pelo parlamento do país. Disponibilizará de um máximo 3 semanas para apresentá-lo ali, se fracassar, a decisão será tomada pela junta do diálogo entre líbios.

Libertação dos caos em que a Líbia tem estado durante 7 anos

O país caiu em conflito desde a derrubada de Muamar el Gadafi em 2011. O presidente também deverá mediar por um "cessar-fogo" em massa e um "acordo de paz nacional", o que lhe inclui igualmente validar sua posição legítima no campo político atual da nação em comparação com outros políticos, que há muito tempo atrás ignoram o diálogo realizado em Genebra.

Fontes