Holanda: princesa herdeira é homenageada com livro "Amália" por seus 18 anos, seguindo a tradição

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

22 de novembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Amália em abril de 2019

Foi lançado no dia 16 passado o livro "Amália", em homenagem ao 18º aniversário da Princesa Catarina Amália, herdeira do trono holandês. Ela alcançará a maioridade no próximo dia 07 de dezembro.

Escrita por Claudia de Breij, a obra cumpre uma tradição: o lançamento de livros sobre os herdeiros ao trono dos Países Baixos - em 1955 Hella Haasse publicou o livro "Retrato da Princesa Beatrix" e em 1986 Renate Rubinstein publicou a obra "Alexander", respectivamente sobre a avó e o pai de Amália, a ex e o atual monarca do país.

“Amália” é baseado em conversas entre a autora e a princesa, trazendo, além de revelações pessoais da própria biografada, a impressão da escritora sobre a futura rainha. A obra também contém fotos do arquivo privado de Catarina Amália, explicou a Casa Real (Koninklijkhuis) num comunicado.

Biografia

Amália, como é mais conhecida, nasceu no Bronovo Hospital, localizado na cidade de Haia, às 17h01 (horário local), no dia 07 de dezembro de 2003, sendo a primeira filha do então príncipe herdeiro Guilherme Alexandre, Príncipe de Orange, e da sua esposa, a princesa Máxima, Princesa de Orange.

Em 30 de abril de 2013, se tornou oficialmente a nova princesa herdeira aparente quando seu pai assumiu oficialmente ao trono do Reino dos Países Baixos, após a abdicação de sua avó, Beatrix.

No livro, entre outras coisas, Amália revelou que é fã de música e esportes equestres.

Notícias Relacionadas

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit