França: voluntário detido por incêndio na Catedral em Nantes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Na França, a polícia deteve um voluntário migrante envolvido no incêndio da Catedral de São Pedro e São Paulo, em Nantes. Isso foi relatado pela BFM TV.

O homem trabalhava na igreja e no dia do incêndio era responsável por fechá-la. Os investigadores prenderam o migrante de 39 anos para descobrir a causa das "contradições em sua agenda". Segundo o canal, por enquanto se trata de "apenas verificações".

O advogado do detido, Quentin Chabert, declarou: “pelo que sei, como as coisas estão, não há nada que ligue diretamente meu cliente ao incêndio da catedral. Gostaria de lembrar a todos da presunção de inocência para meu cliente”

Uma das maiores igrejas góticas da França pegou fogo na manhã de sábado, 18 de julho. As chamas foram extintas em cerca de dez horas. A Catedral de São Pedro e São Paulo foi construída nos séculos XV–XVI. O incidente ocorre 15 meses após o incêndio em Notre-Dame.

Notícia relacionada

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com