Faleceu o compositor colombiano Emiliano Zuleta

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

31 de outubro de 2005

O compositor colombiano de música vallenata Emiliano Zuleta, faleceu no último sábado, às 04h (09h UTC) com a idade de 94 anos, vítima de problemas cardio-respiratórios, segundo informou seu filho, o cantor Alfonso "Poncho" Zuleta.

Desde 2002 Zuleta vinha tendo problemas de saúde, que se agravaram com a diabetes e hipertensão. Os últimos dias de sua vida foram muito difíceis, apesar do apoio de vários familiares e conhecidos, entre eles o ex-Presidente da República e amigo Alfonso López Michelsen.

Emiliano é considerado um dos maiores representantes da cultura colombiana. Ele nasceu a 11 de janeiro de 1912 em La Jagua del Pilar, no departamento de La Guajira.

A juventude de Emiliano foi agitada por causa de seu gosto por mulheres e bebida. Anos mais tarde casou-se com Carmen Diaz, com quem teve oito filhos, e depois com Ana Peña Olivella, com quem teve outros oito.

Zuleta compôs mais de 100 canções, bastante populares na Colômbia, como La Gota Fría (A Gota Fria), Delirio (Delírio), El Indio Manuel (O Índio Manuel), La Pimientica (A Pimentica), Carmen Diaz entre outras.

Em abril deste ano, Emiliano foi declarado como um dos seis reis vitalícios do Festival da Lenda Vallenata, que anualmente acontece em Valledupar.

Fontes