Facebook reponde crítica de operadora de telefonia ao WhatsApp

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Um militar acessando conteúdo do Facebook em um tablet.
Navegação Internet
Outras notícias sobre Internet

19 de janeiro de 2016

O Facebook, controlador do aplicativo de mensagens WhatsApp, resolveu responder a crítica feita pelo presidente da Telefônica Vivo, Amos Genish, alegando que o aplicativo era uma "operadora pirata". A crítica foi feita por Genish durante um evento da Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) em agosto do ano passado.

A empresa alega que o serviço de mensagens necessita do serviço de acesso à internet oferecido pelas operadoras, e que eles são apenas para complementar os outros que já são fornecidos por elas. Assim, afirma o diretor de relações institucionais do Facebook, Bruno Magrani, o WhatsApp não teria que ter as mesmas regras que as operadoras, como argumenta o presidente da Telefônica Vivo.

A Telefônica Vivo, até o momento, não comentou os cometários feitos pelo Facebook. A empresa, após o bloqueio do WhatsApp no Brasil, também acabou bloqueando outros serviços de propriedade do Facebook, o que acabou sendo negado pela empresa.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati