Explosões são registradas em Bruxelas, Bélgica

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Localização dos ataques em Bruxelas.
Imagem: Rauletemunoz.

22 de março de 2016

Durante esta manhã, foram registrados três ataques terroristas suicidas no aeroporto e no metropolitano de Bruxelas, Bélgica. Segundo dados oficiais, 31 pessoas morreram e outras 271 ficaram feridas. A organização terrorista Estado Islâmico (EIIL) assumiu a responsabilidade pelos ataques.

A primeira explosão aconteceu por volta das 8hs (hora da Europa Central, UTC +1) na área de check-in do Aeroporto de Bruxelas. Houve um ataque posterior na estação de metrô Maelbeek/Maalbeek, muito perto dos escritórios da Comissão Europeia e do Conselho da União Europeia. Uma terceira bomba foi encontrada durante uma vasculha no aeroporto.

Passageiros do metrô foram forçados a caminhar pelos trilhos para escapar da explosão. O sistema de metrô de Bruxelas também foi fechado. Todos os voos para o aeroporto de Bruxelas foram desviados e o aeroporto encerrou suas operações. A Eurostar parou o serviço de trem internacional de Londres e a empresa ferroviária Thalys fechou toda sua rede.

Em além da Bélgica, outras três nações também decretaram alerta máximo de segurança: França, Reino Unido e Alemanha. As autoridades recomendam que as pessoas não a deixem suas casas e que os trabalhadores não frequentem seus locais de trabalho durante a manhã. Os atentados foram o pior ato de terrorismo da história da Bélgica. O governo do país declarou três dias de luto nacional.

Em outros projetos Wikimedia

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Wikipedia Artigos na Wikipedia

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati