Donald Trump: situação na Bielorrússia é terrível

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de agosto de 2020

“A situação na Bielorrússia é terrível e os EUA estão acompanhando de perto”, disse o presidente Donald Trump nesta segunda-feira.

Outro dia, falando na capital da Polônia, que foi a última parada de Mike Pompeo em sua viagem pela Europa Central, o Secretário de Estado disse que Washington está monitorando a situação na Bielorrússia e pretende ajudar.

Na quarta-feira, os líderes da União Europeia realizarão uma videoconferência sobre a situação na Bielorrússia, disse o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, na segunda-feira.

A UE lançou um procedimento para impor sanções contra funcionários bielorrussos responsáveis ​​por violações eleitorais. De acordo com dados oficiais, Aleksandr Lukashenko venceu as eleições com 80% dos votos.

Os líderes dos 27 países da UE discutirão o tipo de apoio que podem oferecer à Bielorrússia.

Enquanto isso, Lukashenko disse na segunda-feira que estava pronto para transferir o poder após o referendo, mas ressaltou que não o faria sob a pressão dos protestos de rua.

Falando aos trabalhadores de uma das maiores empresas industriais do país, que o saudou com gritos de "vá embora", Lukashenko disse que não haveria novas eleições presidenciais até que ele fosse morto. No entanto, ele propôs mudar a constituição do país.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com