Deputado brasileiro José Mentor recebeu dinheiro de empresa de Marcos Valério

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

22 de julho de 2005

Brasil

 Documentos enviados para a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Correios, mostram que o deputado brasileiro José Mentor do Partido dos Trabalhadores (PT) recebeu  R$ 120 mil da empresa DNA Propaganda de Marcos Valério, suspeito de operar o suposto mensalão.

Dois cheques, cada um no valor de R$ 60 mil, em favor do deputado José Mentor, foram transferidos de uma conta da DNA no Banco do Brasil para uma conta do escritório de advocacia de Mentor, entre os meses de maio e julho de 2004.

José Mentor foi Relator da CPI do Banco Banestado e é acusado de ter sabotado os resultados da CPI.

O deputado José Mentor disse que recebeu os cheques de R$ 60 mil como pagamento de serviços prestados a um dos sócios da DNA. Ele nega qualquer relação entre o dinheiro e o mensalão ou a CPI do Banestado.

Ver também

Fontes