Covid-19: Bulgária é o país que menos vacina na Europa; risco de contágio é considerado “muito alto”

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

29 de outubro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Com apenas 20,41% de sua população vacinada com ao menos uma dose de uma vacina contra a covid-19 até ontem, a Bulgária é o país da Europa que menos imuniza contra a doença, segundo dados do Our World In Data. Com isto, o risco de contaminação com o Sars-Cov-2 também é maior e foi considerado "muito alto", alcançando uma taxa de 9,2, no último relatório do ECDC (European Centre for Disease Prevention and Control), emitido hoje.

A Bulgária, que registra até agora 592.943 casos acumulados de covid e 23.718 mortes pela doença, tem chamado a atenção da imprensa devido ao aumento de novos casos e mortes: esta semana foram registrados recordes de 6.816 novas infecções no dia 26 passado e de 243 novos óbitos no dia anterior, 25 de outubro.

Hoje, segundo o portal de notícias BTA (Bulgarian News Agency), 7.553 pessoas estão hospitalizadas em todo país, das quais 656 estão em UTI.

O Leste Europeu

Em dados do Our World In Data, outros 4 países do Leste Europeu também ocupam as últimas colocações na vacinação: Moldávia (20,50%), Bósnia e Herzegovina (22,50%), Ucrânia (22,52%) e Belarus (27,63%).

Outros países com o nível classificado como "muito alto" pelo ECDC também são do Leste Europeu: Lituânia (8,8); Estônia (9,3) e Letônia (10,0). Entre os 12 países com nível “altoX, cinco também estão nesta região: Croácia, Hungria, Romênia, Eslováquia e Eslovênia.

Notícias Relacionadas

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit