Covid-19: Alemanha chega a 100 mil mortes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

25 de novembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Alemanha chegou hoje a mais de 100 mil mortes por covid-19, reportando 351 novas fatalidades nas últimas 24 horas. O anúncio foi feito pelo Robert Koch-Institut, órgão responsável pela emissão dos boletins diários (Täglicher Lagebericht des RKI) sobre a pandemia no país. Em seu Twitter, o Instituto lamentou as mortes: "atrás desse número estão 100.000 pessoas que perderam suas vidas. E muitos mais filhos, pais, irmãos, parceiros, amigos, colegas que choram por eles".

A Alemanha, que agora acumula 100.119 fatalidades, como outros países da Europa, lida com a chamada "quarta onda da pandemia", com os casos e óbitos batendo recordes em diversos países. O país mesmo bateu recordes ontem e hoje, reportando novas 73.966 e 75.691 infecções por Sars-Cov-2, respectivamente, nestes dois dias.

Ontem, o Instituto emitiu uma "Avaliação de Risco", afirmando que "estima o risco representado pela covid-19 para a saúde da população da Alemanha que não foi vacinada ou que só foi vacinada uma vez como muito alto. Para aqueles que foram completamente vacinados, o risco é avaliado como moderado, mas aumenta com o aumento do número de infecções" e que "é esperado um novo aumento no número de infecções. As razões para isso incluem mais contatos interpessoais e o ainda grande número de pessoas não vacinadas".

O Instituto também enfatizou que "a evolução atual é muito preocupante e é de se temer que haja um novo aumento de doenças graves e mortes e que a capacidade de tratamento intensivo disponível em breve seja excedida" e que "todo cidadão deve implementar todas as medidas cabíveis, na medida do possível" imediatamente.

Notícias Relacionadas

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit