Coreia do Norte: troca de tiros na fronteira

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de maio de 2020

Soldado da Coreia do Sul

Às 7h01 da manhã (UTC +9), a Coreia do Norte disparou em um posto de fronteira sul-coreana, que respondeu imediatamente sem causar feridos. "Também enviamos um aviso para o lado norte-coreano por meio da linha de comunicação inter-coreana por volta das 9h35 e pedimos uma explicação", disse um oficial sul-coreano.

Esse tipo de evento é raro ao longo da zona desmilitarizada coreana, embora os dois países estejam tecnicamente em guerra desde 1950. O último incidente remonta a 2017, quando um dos soldados do norte foi baleado enquanto fugia para à Coreia do Sul.

As causas desse disparo não são claras, mas de acordo com Choi Kang, vice-presidente do Instituto Asiático de Estudos Políticos, é uma "provocação" que visa reconfirmar a autoridade de Kim Jong-un sobre as forças norte-coreanas. Kim desapareceu dos olhos do público por quase três semanas, o que levou a muitos rumores na mídia.

Aparecendo ontem na inauguração de uma fábrica de fertilizantes, especialistas da Coreia do Norte notaram seu andar rígido e irregular com base em fotos e vídeos do evento e especulam que ele passou por uma cirurgia. No entanto, essa suposição não é mantida pelas autoridades sul-coreanas, segundo a agência Yonhap, que cita um alto funcionário da presidência. "Temos motivos para acreditar que não houve operação, mas não podemos divulgar os detalhes", afirmou o funcionário.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com