Comandante militar do Hezbollah é morto na Síria

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portal Obituário
Outras notícias sobre obituário

Agência Brasil

14 de maio de 2016

O comandante militar do grupo xiita libanês Hezbollah, Mustafa Badreddine, foi assassinado durante um ataque na Síria, onde, segundo a milícia, ele lutava contra "extremistas".

Uma emissora de TV ligada ao grupo chegou a acusar as Forças Armadas de Israel pela morte, mas o país se recusou a comentar a denúncia. Mais tarde, o próprio canal retirou do ar a notícia em que relacionava o assassinato de Badreddine a uma operação israelense.

O comandante liderava a estratégia militar do Hezbollah na Síria, nação em que luta ao lado do regime de Bashar al Assad e contra o grupo sunita Estado Islâmico (EI). Badreddine era acusado de envolvimento no homicídio do ex-primeiro-ministro do Líbano Rafik Hariri, em fevereiro de 2005.

Um tribunal internacional foi estabelecido em Haia, na Holanda, para julgar o caso, mas Badreddine sempre se declarou inocente.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati